Resultados

Veja como estão os egressos da Feevale no mercado de trabalho

Em 2016, a CPA realizou o processo de Avaliação e acompanhamento dos egressos que contou com a participação de 879 egressos do ano de 2013 e 983 egressos do ano de 2014. Veja a seguir os principais resultados:

Percentual de empregabilidade

89,8% dos egressos estão trabalhando atualmente.

Atividade profissional

Entre os que estão trabalhando, a maioria exerce atividade direta ou indiretamente vinculada à área de formação do curso.
Destacam-se os cursos que contam com mais de 90% dos egressos atuando em atividade vinculada diretamente à área do curso: Farmácia (100%); Psicologia (96,8%); Fisioterapia (92,7%); Educação Física – Bacharelado (91,7%); Arquitetura e Urbanismo (91,2%) e Quiropraxia (91,1%).

Remuneração

Quanto à remuneração, 53,9% afirmaram que está de acordo com a prática do mercado, 26,4% disseram que está de acordo em parte e 19,7% disseram que a sua remuneração não está de acordo com a prática do mercado.

Taxa de desemprego

Apenas 5,53% entre os egressos de 2013 e 2014 estão desempregados, descontados aqueles que informaram que não estão trabalhando por opção própria, por terem recebido bolsa de estudos de pós-graduação ou por estarem afastados por outros motivos (licença saúde, aposentaria etc). Comparado à taxa de desemprego e inatividade levantada pela Fundação de Estatística e Economia – FEE, que atingiu 10,7% da população economicamente ativa da Região Metropolitana de Porto Alegre, em 12/2016, destaca-se a manutenção do emprego entre os egressos da instituição.

O que dizem os concluintes da graduação

Em 2016, a CPA questionou 1.779 alunos concluintes, de 49 cursos de graduação, a respeito das suas atividades profissionais, constatando que a maioria já estava trabalhando em atividade relacionada ao curso de graduação. 
Os concluintes informaram também sua satisfação em relação à formação acadêmica proporcionada pelo curso. Verifique as médias gerais em cada item avaliado:

Saiba o que é feito com os resultados das avaliações da Instituição

Segundo a coordenadora da Comissão Própria de Avaliação – CPA, Prof.ª Moana Meinhardt, ao concluir uma avaliação, os dados são processados e são emitidos relatórios com os resultados do processo avaliativo. Após, realiza-se a segunda etapa da avaliação – a divulgação dos resultados. Para tanto, os relatórios são disponibilizados a todos os professores e funcionários e encaminhados à gestão. Os resultados são socializados também com os alunos e a comunidade por meio do site, do Jornal Feevale e outros meios de comunicação. Após, inicia-se a terceira etapa do processo de avaliação – a análise dos resultados, realizada pela gestão e suas equipes, a fim de identificar os avanços e os desafios que se apresentam à instituição. A partir dos desafios identificados, passa-se à quarta etapa – planejamento, quando são elaborados os planos de ação, junto ao Planejamento Estratégico Institucional, visando à promoção de melhorias em relação aos desafios identificados por meio da avaliação. 
Busca-se, assim, estabelecer um ciclo, no qual avaliação e planejamento se retroalimentam, promovendo a qualificação permanente da instituição em todas as suas áreas de atuação.

Conheça algumas ações planejadas a partir dos resultados das avaliações Instituicionais e outras já implementadas

Ações realizadas

  • Ampliação da Biblioteca do Câmpus II
  • Construção do Centro Integrado de Especialidades em Saúde - CIES
  • Implementação do Aplicativo Aluno Feevale
  • Formação pedagógica dos professores e tutores
  • Formação de coordenadores de curso
  • Reestruturação do Núcleo de Pós-graduação lato sensu com foco mais direcionado às demandas emergentes do mercado de trabalho e da região.
  • Melhorias na acessibilidade dos câmpus.
  • Lançamento do novo site Feevale

Algumas ações planejadas para 2017

  • Implementação do Programa de Nivelamento em Física e Biologia
  • Ampliação do número de bolsistas de iniciação científica
  • Melhorias nas academias e no complexo aquático
  • Ampliação e substituição de computadores nos laboratórios móveis
  • Melhorias no sistema de rede sem fio
  • Adequação e atualização de laboratórios específicos de diversos cursos 

Resultados da Autoavaliação Institucional 2016/02

No segundo semestre de 2016, a CPA realizou diversos processos avaliativos com a participação dos estudantes da graduação e da pós-graduação. Todos os processos medem o grau de satisfação dos alunos, em uma escala de 1 a 5, sendo 1 “muito insatisfeito” e 5 “muito satisfeito”. Confira o percentual de participação dos estudantes em cada um dos processos e as médias gerais atingidas:

Graduação

Avaliação – 2016/02 Média Geral Adesão
 Avaliação Docente Presencial  4,15  95% participação dos alunos
 Avaliação Docente Módulo a distância  4,03  79% participação dos alunos
 Avaliação Docente EaD  3,88  94% participação dos alunos
 Avaliação de Tutores  4,07  93% participação dos alunos
 Avaliação de Estágio Curricular Obrigatório  4,18  94% participação dos alunos
 Avaliação de Trabalho de Conclusão de Curso  4,30  91% participação dos alunos
 Avaliação de Prática Profissional  4,11  99% participação dos alunos

Pós-graduação 

Avaliação – 2016/02 Média Geral Adesão
 Avaliação Docente de pós-graduação Lato Sensu   4,01  30% participação dos alunos
 Avaliação de Curso de pós-graduação Lato Sensu   3,86  23% participação dos alunos
Avaliação Docente de pós-graduação Stricto Sensu   4,30  78% participação dos alunos
Avaliação de Curso de pós-graduação Stricto Sensu   4,35  48% participação dos alunos

Resultados da Autoavaliação Institucional 2016/01

No primeiro semestre de 2016, a CPA realizou dez processos avaliativos com a participação dos estudantes. Todos os processos medem o grau de satisfação em uma escala de 1 a 5, sendo 1 “muito insatisfeito” e 5 “muito satisfeito”.

Avaliação dos Coordenadores de Curso de Graduação

A avaliação de Coordenadores de Curso é realizada a cada dois anos e nos últimos processos tem demonstrado a elevação da satisfação dos alunos e professores em relação à atuação do coordenador.
Confira a seguir os destaques da avaliação realizada pelos alunos.
Atributo com maior média: Procedimentos e postura para representação do curso dentro e fora da IES (4,30)
Atributo com menor média: Liderança e iniciativa para atividades, inovações e melhorias no curso (4,11)

Avaliação Docente Presencial

93% participação dos alunos
Média geral: 4,17

Avaliação Docente de Disciplina a Distância

93% participação dos alunos
Média geral: 3,96

Avaliação Docente de Módulo a Distância

64% participação dos alunos
Média geral: 3,95

Avaliação de Tutores

92% participação dos alunos
Média geral: 3,96

Avaliação de Estágio Curricular Obrigatório

92% participação dos alunos
Média geral: 4,09

Avaliação de Prática Profissional

99% participação dos alunos
Média geral: 4,27

Destaques da avaliação
Atributo com maior média: Contribuições da prática profissional (4,32)
Atributo com menor média: Contribuições do local/laboratório onde realizei a prática profissional (4,25)

Avaliação de Trabalho de Conclusão de Curso

89% participação dos alunos
Média geral: 4,22
Avaliação Docente da Pós-graduação Stricto Sensu
Média geral: 4,38

Avaliação Docente da Pós-Graduação Stricto Sensu Total
 Mestrado                                                                                             4,39
 Doutorado  4,38

Destaques da avaliação
Atributo com maior média: Utilização do tempo durante as aulas (4,49)
Atributo com menor média: Diversificação de propostas de trabalho (4,30)

Avaliação do Centro de Idiomas

72% participação dos alunos
Média geral: 4,53