Universidade Feevale doa 50 microcomputadores para o Colégio Alberto Pasqualini | Universidade Feevale

Universidade Feevale doa 50 microcomputadores para o Colégio Alberto Pasqualini

08/03/2019 - Atualizado 16h52min

Entrega aconteceu nesta quinta-feira, 7 de março, nas dependências da escola

Nesta quinta-feira, 7 de março, a Universidade Feevale formalizou a doação de 50 microcomputadores e 50 monitores para  o Colégio Estadual Senador Alberto Pasqualini, de Novo Hamburgo. Durante a entrega, que aconteceu nas dependências da escola, no bairro Hamburgo Velho, estiveram presentes o reitor da Universidade Feevale, Cleber Prodanov; o vereador Felipe Kuhn Braun; a vice-diretora da escola, Marília Wurch; a presidente da Associação dos Amigos da Escola Senador Alberto Pasqualini, Diva Walzer Kuhn; e demais membros e apoiadores da escola. 

“Quando o Felipe chegou para nós com a demanda do Colégio Pasqualini, que teria essa necessidade de ter novos computadores para os alunos, prontamente atendemos. É com satisfação que realizamos essa doação, pois é uma escola que tem muita história em nossa cidade, e essa é mais uma maneira de devolvermos algo proveitoso para a nossa comunidade”, destacou Prodanov.

A vice-diretora da escola agradeceu à Feevale pela doação e disse que a escola está de portas abertas. “Essa doação que recebemos da Universidade, certamente contribui para um espaço de melhor qualidade para a educação em nossa escola. Sempre estaremos de braços abertos  para ter a Feevale aqui junto de nós, desde acadêmicos que vêm fazer seus estágios conosco, até professores e demais interessados em promover oficinas e atividades com nossos alunos”, falou.

“Faz dois anos que participo da Associação de Amigos da escola, então, a partir disso, lutamos em várias frentes, desde reformas até a busca por mais recursos para a escola. Assim, em conversa com o Prodanov, chegamos ao consenso da Pasqualini ser beneficiada, com um olhar especial”, falou Braun.

 

Apoio permanente

Hoje, a escola, que completará 74 anos em julho, conta com mil alunos, aproximadamente. Porém, para dar conta da manutenção de toda a estrutura, que sofre com o tempo, a Associação de Amigos, formada por ex-alunos e ex-professores, atua de forma incisiva. “Estou há dois anos à frente da associação e dei aula aqui no Pasqualini durante 15 anos, então, tenho uma relação muito estreita com o Colégio. Por meio da associação, sempre buscamos articular ações de todo o tipo, que possam ser benéficas à escola”, frisou Diva. Durante o encontro, ela presentou o reitor da Feevale com o livro O incidente, de sua autoria. A obra conta a história do Colégio Alberto Pasqualini.